Nostalgia | Verdades Secretas

Drica Moraes, Rodrigo Lombardi e Camila Queiroz em Verdades Secretas

Dia 8 de junho de 2015 estreou Verdade Secretas. A trama de Walcyr Carrasco chamou atenção desde antes da sua estreia pela sua história, onde mãe e filha se envolviam com o mesmo homem. Uma história sobre o outro lado do mundo da moda, drogas e prostituição.

A primeira novela original do horário das 23h contava com Marieta Severo, Camila Queiroz, Rodrigo Lombardi, Drica Moraes, Grazi Massafera, Reynaldo Gianecchini, Rainer Cadete e Agatha Moreira e grande elenco. 


A novela que teve 64 capítulos e foi um grande sucesso de audiência e repercussão. Camila Queiroz e Grazi Massafera foram os dois destaques da trama. A primeira em seu primeiro papel na televisão, segurou o posto de protagonista, e Grazi como a modelo que se prostituía e acabava entrando no mundo das drogas. A atriz foi indicada ao Emmy Internacional na categoria de melhor atriz pelo papel.


Grazi Massafera como Larissa em Verdades Secretas



A trilha sonora da trama era outro ponto alto, assim como a direção de Mauro Mendonça Filho. Seu último capítulo foi um dos mais comentados nos últimos anos, todos queriam saber qual seria o final de Carolina (Drica Moraes), Angel (Camila Queiroz) e Alex (Rodrigo Lombardi). Todos queriam saber qual seria o destino da jovem Larissa (Grazi Massafera)


Emocionante, dramático, inovador. A trama terminou sendo mais um sucesso no currículo de Walcyr Carrasco, e com certeza foi a melhor novela das onze. O sucesso foi tanto que apenas pouco mais de um ano após seu término, a Rede Globo lançou a trama em DVD. A trama foi vencedora do Emmy Internacional na categoria de Melhor Novela.

4 comentários:

  1. Nessa novela, não existiu vítimas, muito menos a Angel.... A vida não foi fácil pra ela, assim como não é fácil para milhões de pessoas, pena que diante disso ela foi se afundando em escolhas erradas e em mentiras cada vez mais sérias. Mesmo antes do Alex se envolver com Carolina, ela já não era a Angel do primeiro capítulo, não era a Letinha que muitos achavam que era, inclusive sua mãe. A Angel nunca assumia de frente a consequência de suas ações, sempre tentava culpar alguém ou forças externas pelos seus erros.
    Houve mais do que a admissão de um caso extraconjugal. Houve a admissão de um amor. O que fica evidente quando Angel salva Alex de ser morto pela Carolina, porém ela não sabia que o tinha escolhido em detrimento da mãe (ainda que o tenha feito inconscientemente naquele momento). Angel não suporta a culpa pela morte de Carolina, o que provoca uma cisão em sua personalidade que a lança na insanidade (a "Letinha" não existe mais)....
    Só que diante da dor e da culpa que ela sentiu pela morte da mãe, não tinha como continuar juntos ...
    E mesmo apaixonada por ele e não seria feliz sem Alex, ela o mata, em nome da mãe, como forma de reparar a escolha inconsciente e inconsequente que culminou no suicídio de Carolina, passando a carregar a morte das pessoas com as quais ela amava (Carolina e Alex) pois justificava a morte dele ao amor que dizia sentir por Carolina, mais uma vez tentando justificar suas más atitudes (a Angel não existe mais).
    Na minha opinião, a Angel jamais se recuperaria psicologicamente dos fatos que ocorreram em sua vida, tornando-se incapaz de ser feliz definitivamente, seja pela culpa, seja pela morte das pessoas que ela realmente amava (o amante e a mãe), de forma a viver em um eterno vazio existencial. Simplesmente tornou-se uma pessoa, fria , calculista, vazia, a ponto matá-lo friamente, como se afundando ele no mar e limpando todo o sangue do barco, ela estivesse limpando o sangue da mãe. Pena que mesmo se ela limpasse um titanic de sangue, ela jamais se livrará da culpa que lhe cabe pela morte da mãe, sem falar no amor que sentia pelo alex, a quem matou. No fim, tornou-se psicopata, sim, afinal, quem em condições psicológicas normais, mataria com toda aquela frieza, faria toda aquela encenação pra polícia, conseguiria viver com o peso de duas mortes (que ela amava de verdade, alex e carolina) nas costas, sem contar na cara macabra dela ao sair da igreja, demonstrando nenhum remorso, nenhuma culpa.O mais coerente é que com esse peso na consciência, ela se matasse tbm, mas não, continuou a viver como se nada tivesse acontecido, vendendo a imagem da menina pura, feliz, um verdadeiro anjo, mas que por trás disso tudo, existe totalmente o oposto, ''lobo em pele de cordeiro''. Mesmo que ela tente, nunca será feliz, uma hora a vida cobrará seu preço, e por fim, na última cena, no helicóptero, ela diz ao Gui que está feliz, mas ao virar o rosto, sua expressão é totalmente sombria, sem nenhum traço de felicidade!! Quem não percebe que o Guilherme deu droga para Angel e praticamente a estuprou? Não se iluda: nunca vai ser feliz de verdade pois se casou com alguém que não amava de verdade. Viver com quem a gente não ama, com certeza é um ótimo castigo...A novela terminou com muitas verdades continuando bem secretas!

    ResponderExcluir
  2. Deu para ver que a personagem Angel/Arlete não terminou feliz. Na última cena, no helicóptero, ela fala com o Gui que já estava muito feliz, mas em seguida vira-se para a janela e tem um olhar vazio. Dá para perceber que, na verdade, ela amava o Alex, mas Culpar o Alex foi a forma q ela encontrou p aliviar a própria culpa em relação à morte da mãe dela. Casar-se com o Gui foi uma fuga (mesmo motivo pelo qual ela o namorou antes) do sentimento por alex.
    Não vejo o casamento de Angel com o Gui como sua busca pela felicidade, e sim uma fuga do pai explorador, sua única família restante. Eu acho que a tristeza dela não foi ter assumido e ficado com o Alex, que na real era o que ela queria. Estão dizendo q ela teve um final feliz, mas pode olhar o rosto dela na cena final quando ela vira o rosto p janela. A consciência é o pior castigo q ela pode ter. A culpa irá acompanhá-la p sempre pq a única pessoa q poderia perdoá-la já estava morta. Por isso q temos q prestar atenção com o q falamos e fazemos pq as vezes o tempo passa e o momento do perdão tb. O tempo cura um amor, um ódio, uma desilusão... mas nunca retira uma culpa!!
    Concordo... temos que pensar mil vezes antes de fazer algo, para não nos arrependermos depois.

    ResponderExcluir
  3. O que me deixa mais enfurecido é como ESTUPRO também é algo relativizado e romantizado nessa novela.
    Angel foi estuprada por um moço o tal do Gui numa das primeiras cenas da novela, ele a drogou e ela inclusive era virgem e a estuprou. Esse fato foi novamente romantizado e a menina se “apaixonou” pelo moço que não correspondeu porque tinha namorada, e segundo ele essa era do mesmo nível social dele, coisa que Angel não.
    Então ela sofreu aquela transformação no seu estilo, clássica mudança copiada do filme Uma Linda Mulher, ascendeu socialmente pois sua mãe casou e ele se interessou por ela!!!
    Oi???
    E agora eles tem uma trilha sonora que é “Céu cantando Tim Maia — Eu Amo Você” e ele é tipo o amor “jovem” que ela está tendo depois de sofrer desilusão amorosa. (Affffff)
    Eu não gosto de falar o obvio mas alguém que te estupra NÃO TE AMA! Isso não é amor, se começou com abuso sexual, começou com desrespeito, sem empatia, com machismo, então não ‘vira’ amor quando a menina compra roupas novas!

    ResponderExcluir
  4. Aos admiradores de obra e observadores... ela saiu em puni diante da sociedade, porem ao ver o semblante final dela no helicóptero se percebe que ela não estava feliz, ou seja, que ia carregar uma infelicidade por toda a vida. O último semblante dela mostrou isso. Ela se casou e tudo, mas final feliz ela não teve, pois, a expressão de felicidade dela era somente enquanto estava na frente dos outros no casamento. No helicóptero ela não estava feliz. Ela foi a maior culpada pelo suicídio da mãe, e jogou a culpa em Alex, o matando para limpar a própria consciência......De anjo essa Angel só tinha a beleza e o jeitinho doce... Não acho que a Angel teve um final, Angel de fato não merecia o final ''Feliz'' que todos falam que teve…afinal ela vai ter carregar a culpa pelo suicídio da mãe pelo resto da vida, e sem falar no amor que ela sentia de verdade pelo Alex... Casou com Gui, que ela não amava de verdade e que nunca vai ser feliz de verdade!!! Viver com quem a gente não ama de verdade, com certeza é um ótimo castigo...

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.