Review | How to Get Away with Murder 3x12: Go Cry Somewhere Else


Essa semana tivemos mais um ótimo episódio de How to Get Away with Murder. A trama andou consideravelmente, e agora que Annalise (Viola Davis) espera o julgamento em liberdade, as coisas tendem a esquentar ainda mais quando ela colocar a mão na massa. Todas as sequências na prisão, foram ótimas, e para melhorar ainda tivemos a participação de sua mãe, onde ela descobre que a mesma tem demência, confundindo o caso da filha com o drama de sua infância. Acho que a única pessoa por quem Annalise sente algo de verdade, é a própria mãe, e todas as cenas das duas foram de cortar o coração. 

Leia também: "Review | How to Get Away with Murder 3x11: Not Everything’s About Annalise"

No episódio dessa semana tivemos também um pouco mais da dor que Laurel (Karla Souza) está sentindo. Tudo o que ela falou no memorial de Wes (Alfred Enoch) é a mais pura verdade, e se bobear, aquele personagem avulso que foi falar sobre Annalise, é capaz de ter algo com essa história, já que ele teve um destaque no início da temporada e depois sumiu, não é mesmo? Nada impede de ele voltar a ter destaque no final com essa história. Michaela (Aja Naomi King) continua ficando em evidência nessa reta final, se mostrando uma das melhores personagens, diferente de Connor (Jack Falahee) que os roteiristas estão fazendo direitinho o trabalho de torna-lo um bosta. A conversa que Oliver (Conrad Ricamora) e Connor tiveram no final do episódio, só mostra o quanto Oliver quis àquilo, e apesar de todo o medo, isso o desafia. Ele não é diferente de nenhum deles.

Sobre o sumiço do corpo, mil teorias. Será que Wes está vivo? O que Nate (Billy Brown) tem a ver com a história? Será que ele ajudou o garoto a forjar a própria morte? Eu sinceramente não consigo pensar em um grande motivo para isso, mas é uma possibilidade. Mas se o garoto tiver realmente morto, não acredito que tenha sido nem Frank (Charlie Weber), e muito menos Nate.

Com um ritmo mais lento, a série vem amadurecendo e comprovando que é uma das melhores da atualidade. O roteiro muito bem estruturado que nos deixa ansiosos pelo próximo episódio. Agora é segurar a ansiedade e se preparar para o que esse final de temporada nos reserva. E graças ao bom Deus, a quarta temporada está garantida!

ÚLTIMOS SHOTS:

- Quando foi que Laurel começou a gostar tanto assim do Wes?

- Qual é a função de Bonnie (Liza Weil)? Ela não consegue fazer absolutamente NADA sozinha!

QUEM MATOU O WES?

Minhas teorias continuam as mesmas, o que muda é a possibilidade de ele estar vivo.

- Connor: O garoto sempre culpou a vítima de tudo de ruim que aconteceu na vida dos Keating 5. Não me surpreenderia se os roteiristas fizessem dele o assassino.

- Annalise: E se o sofrimento que ela sente, é muito mais que o sofrimento da perda? E se for o da culpa? Do jeito que essa série consegue nos fazer de trouxa, ela pode muito bem ser a assassina, ter arquitetado tudo, e sair impune no último episódio.

E qual o palpite de vocês? O que aconteceu com Wes?

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.