Review | How to Get Away with Murder 3x13: It's War


Após alguns bons episódios, How to Get Away With Murder essa semana nos apresentou um episódio revelador, onde eu não senti passar e quando vi, acabou.

Nesse episódio vimos a guerra que já estava rolando se firmar. Annalise (Viola Davis) pensou que estava há um passo à frente da promotoria, mas viu que não era bem. Nesse episódio vimos como as coisas mudaram. Enquanto nas duas primeiras temporadas a advogada conseguia se livrar de tudo, era temida, nessa ela acabou virando uma piada, segundo Nate (Billy Brown).

Leia também: "Conheça as protagonistas da nova temporada de Malhação"

Asher (Matt McGorry) foi um dos mais sensatos do episódio, e no final ele estava certo. Connor (Jack Falahee) não é a fonte anônima, mas tem culpa no cartório. O namorado de Michaela (Aja Naomi King), apesar de me irritar em algumas situações, é o personagem mais humano da série. Na conversa com a namorada em que diz que Annalise é um ser humano, e merece compaixão, é o que todos os outros nunca tiveram. Michaela inclusive, há cada temporada que passa, se torna mais parecida com a advogada.

Apesar de Bonnie (Liza Weil) não fazer muita diferença, ela é uma grande incógnita. A gente nunca sabe o que ela está pensando ou escondendo. A cena em que fala sobre o aborto para Laurel (Karla Souza) mostrou que ela é ainda pior que Annalise, e não igual, como a garota falou. Bonnie é capaz de qualquer coisa para salvar aqueles que ama, principalmente Annalise.
Frank (Charlie Weber) nesse episódio não teve muito tempo de tela, mas isso não significa que foi menos importante para o desenrolar das coisas. Confesso que a cena em que fala com Annalise pelo telefone foi de cortar o coração. Ele se sente culpado pelo que fez no passado, e cada vez mais prova isso. E foi após conversar com Bonnie, que as coisas começaram a pesar para a promotoria, e o jogo começar a virar mais uma vez.

Após descobrir que o corpo de Wes (Alfred Enoch) foi cremado, a cena de Laurel e Annalise foi o ponto alto do episódio. Apesar de não saber quando Laurel começou a amar Wes dessa forma, devemos saber que não deve ser fácil perder alguém. Karla Souza se entregou completamente, e vem roubando a cena nesses últimos episódios.

E eis que no final tivemos a cena em que Connor está tentando reanimar Wes. Será o que aconteceu? Logo vi que o personagem estava escondendo algo, até porque quem muito culpa o outro, acaba tendo o que esconder. Não acho que ele tenha sido responsável pela morte do rapaz, mas ele pode muito bem ter colocado fogo na casa para apagar alguma prova de que ele esteve ali. E Oliver (Conrad Ricamora) mais uma vez acaba sendo parte crucial na história, né? 

Semana que vem temos episódio duplo para responder todas essas perguntas, e com certeza lançarem novas para a quarta temporada. É segurar o coração e aguardar...

ÚLTIMOS SHOTS:

- Vocês já pararam para pensar que geralmente as produções são mocinhos x vilões, e nesse caso estamos torcendo para os vilões x mocinhos.

- E não é que Soraya (Lauren Vélez) estava tentando arrancar algo de Annalise para  entrega-la, e recuperar a guarda dos filhos? Ainda bem que nossa advogada está ferida, mas não está morta!

QUEM MATOU WES?

Após esse episódio não acho que tenha sido nem Annalise, e muito menos Connor. Ou seja, em partes sobre o garoto eu estava certo, e ele estava escondendo algo. Mas o assassino mesmo, não imagino quem seja. Espero ser surpreendido de forma positiva!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.