Review | Grey's Anatomy 13x14: Back Where You Belong


Será que a nossa Grey's Anatomy está viva? Após um episódio que resolveu em partes a situação de Eliza (Marika Dominczyk) no hospital, tivemos um ótimo episódio essa semana. Focando nos pacientes, a história da mãe e do filho que relembrou o passado traumatizante de Jo (Camilla Luddington) foi muito bom. Quando a série discute esses dilemas da profissão, é muito difícil ser um episódio ruim. Jo, apesar de estar errada em achar que eles não podiam usar o rim do pai que agredia a esposa, estava certa quando falou cara a cara com o homem na mesa de cirurgia. 


Tivemos também o ótimo caso que envolveu Riggs (Martin Henderson), que estava sendo figuração de luxo fazia alguns episódios. A história da moça desaparecida que volta após doze anos e sofre de esquizofrenia conseguiu me arrancar lágrimas na cena em que reconhece os pais. Seria esse um indício de que a irmã de Owen (Kevin McKidd) está viva?

A parte mais ou menos do episódio ficou com Meredith (Ellen Pompeo). A conversa que ela teve com Bailey (Chandra Wilson) foi de uma infantilidade. Sabemos que ela sempre vai ser pelo Richard (James Pickens, Jr.), mas tem que haver um pouco de profissionalismo, e isso está faltando. A mesma coisa serve para Avery (Jesse Williams) e seu blá blá blá com Kapner (Sarah Drew).


E vimos a relação de Arizona (Jessica Capshaw) e Eliza evoluir. É um casal que nesse episódio soou até fofo, mas que ainda precisa de algo a mais. E nem acho que é a história que está ruim, é a química entre as duas que ainda não rolou. Mas, vamos esperar para ver como vai ser essa relação daqui pra frente... 

Enfim, tivemos um ótimo episódio, agora é torcer para que a série mantenha nesse nível. Será que essa temporada pode terminar sendo considerada pelo menos razoável?

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.