Novela Escrita | Redescobrir - Capítulo 03





CENA 1 - EXT. / RODOVIÁRIA/ PLATAFORMA DE EMBARQUE - NOITE.


TRÊS DIAS DEPOIS

RENAN ajuda ISABELA colocar as malas no ônibus. JULIANA E EULÁLIA esperam os dois se despedirem.

RENAN (segurando o choro): Acho que está na hora, né?

ISABELA (chorando): Promete que não vai me esquecer?

RENAN não consegue segurar o choro e a abraça.

RENAN: Eu nunca vou esquecer de você, e você sabe que tudo isso é temporário. Sua casa vai continuar aqui esperando por você. Eu vou continuar aqui esperando por você.

ISABELA: Eu vou voltar, eu prometo que assim que eu puder, eu volto.

RENAN: Eu não consigo acreditar em tudo isso que está acontecendo. Eu juro que queria estar do seu lado, me desculpe por não poder.

ISABELA: Você não precisa se desculpar, de qualquer maneira você vai estar comigo independente se eu tiver aqui ou lá.

O motorista liga o ônibus. Os dois se abraçam emocionados, aos poucos se afastam e suas bocas se encontram em um beijo tímido. 

RENAN: Boa viagem, até breve. Eu te amo!

ISABELA: Eu te amo! 

ISABELA aos prantos se despede de EULÁLIA e JULIANA e embarca no ônibus. Corta para:


CENA 2 - INT. / APARTAMENTO DE THIAGO/ QUARTO - NOITE.

SORAIA junta suas coisas em silêncio enquanto THIAGO a observa da cama.

THIAGO: Você não vai falar nada?

SORAIA continua em silêncio.

THIAGO: Fala alguma coisa!

SORAIA (nervosa): Falar o que? Nunca passou pela sua cabeça me dizer que tinha uma filha de dezesseis anos? E pior, quando você teve a ideia de me dar essa notícia no meio do sexo? E pior ainda, dizer que eu não vou mais poder aparecer aqui porque a mesma vai estudar na sala do meu filho. (Aumenta a voz) O que você quer que eu fale? 

THIAGO: Mas nós vamos dar nosso jeito, Soraia. Eu não imaginei que a mãe da garota ia morrer, pelo amor de Deus. Você precisa entender que nem tudo gira em torno do seu umbigo. A minha filha pela primeira vez precisa de mim, e toda essa mudança para ela não vai ser fácil. Você acha mesmo que é em mim e em você que eu estou pensando? 

SORAIA: O pior é isso. Você nem ao menos se preocupa com a gente, você só está preocupado em dar o melhor para essa garota que caiu de paraquedas na sua vida. Você não entende que nunca vai ser o pai dela? Ela tem dezesseis anos, e viveu muito bem sem você. Porque não deixar a garota morar com a vizinha como ela pediu? 

THIAGO (bravo): Você não fale o que não sabe. Eu era novo quando a Helena engravidou, cheguei a pedi-la em casamento, mas ela não quis se mudar. Eu não podia largar tudo aqui e ir morar lá também. Mas isso não quer dizer que eu não quis saber da minha filha nesses anos todos. Eu sempre mandei dinheiro, sempre ligava em seu aniversário para falar com ela.

SORAIA: E você acha que isso é ser pai?

THIAGO: Não, mas eu acho que nunca é tarde para se tornar um. Até então ela teve uma mãe maravilhosa ao lado dela, a partir de agora, vou fazer de tudo para ela ter um pai. E se eu tiver que colocar a minha relação com ela na frente da nossa, eu irei. Você tem uma família, agora, mesmo sem planejar, eu vou ter uma também.

SORAIA: Eu nunca fui tão humilhada em toda a minha vida, Thiago. Mas me aguarde, porque isso não vai ficar assim. É fácil para você falar essas coisas, me tratar como essas vagabundas de esquina, mas você vai se arrepender.

THIAGO: Você é louca? Eu apenas te contei que a minha filha está vindo morar comigo, e vamos ter que ter outro lugar. Olha o que você está dizendo...

SORAIA deixa ele falando sozinho e vai embora. Corta para:


CENA 3 - EXT. / CASA DE PRAIA DOS PEREIRA/PISCINA - NOITE.

JONAS e RODRIGO chegam e a festa já está acontecendo. 

RODRIGO: Parece que a gente chegou na metade da festa.

JONAS: Pelo jeito chegamos na melhor hora. Bora aproveitar os últimos dias de férias?

JONAS pega duas bebidas, uma para ele e outra para RODRIGO. Corta para:


CENA 4 - EXT. / CASA DOS PEREIRA/PISTA DE DANÇA - NOITE.

SABRINA e YURI dançam, até a garota ser surpreendida pelo garoto que a pega pelo braço e a leva para dentro de casa, na cozinha.

SABRINA: O que você está fazendo? Você me machucou, sabia?!

YURI: Vai trocar essa saia, coloca algo mais comprido.

SABRINA: Você ficou louco? 

YURI (irritado): Vai trocar essa roupa. Agora!

SABRINA: Eu posso saber o motivo desse show todo?

YURI: Você estava dançando e tinha um garoto te secando. Vá trocar agora essa roupa! Namorada minha não se veste como uma piranha.

SABRINA: Você está ouvindo o que está falando?

YURI a pega forte pelo braço no mesmo momento em que JONAS chega na cozinha.

JONAS: Está tudo bem por aqui?

SABRINA e YURI ficam tensos com a chegada de JONAS. Corta para:


CENA 5 - INT. / CASA DOS MARINHO/ BANHEIRO - NOITE.

OTÁVIO atende seu celular que está tocando sem parar.

OTÁVIO: Quem é?

NORBERTO (O.S.): Você sabe quem está falando. Eu quero saber do meu dinheiro. Faz dias que você não aparece e o tempo acabou.

OTÁVIO: Eu não posso falar agora, preciso desligar!

NORBERTO (O.S.): Eu vou lhe dar mais uma semana. Nada mais que isso.

OTÁVIO: Você sabe que eu estou tentando conseguir, mas está difícil. Mas eu vou dar meu jeito.

NORBERTO (O.S.): Eu posso não saber seu nome e onde mora, mas isso não quer dizer que eu não descubra. 

OTÁVIO: Você sabe meu nome!

NORBERTO (O.S.): Você não está lidando com amadores, eu já te falei isso várias vezes. (pausa) Uma semana para eu não ir atrás de você e de sua família. É melhor ser rápido, porque se esse dinheiro não estiver na minha mão em uma semana, eu vou atrás de você até no inferno.

NORBERTO desliga o celular deixando OTÁVIO sem reação. SORAIA entra no quarto e percebe que OTÁVIO está trancado no banheiro. Ela bate na porta e ele se assusta. OTÁVIO abre a porta irritado.

OTÁVIO: Não posso ir no banheiro em paz?

SORAIA: Você nunca tranca a porta, fiquei preocupada.

OTÁVIO: Você preocupada? Conta outra piada.

SORAIA: Aconteceu alguma coisa?

OTÁVIO: Aconteceu. Eu casei com você!

SORAIA: Quem você pensa que é para falar assim comigo?

OTÁVIO: Eu sou quem te deu uma vida de rainha.

SORAIA fica tão irritada que não consegue falar nada, OTÁVIO se deita e desliga as luzes. Corta para:


CENA 6 - INT. / CASA DOS PEREIRA/COZINHA - NOITE.

YURI solta rapidamente o braço de SABRINA e tenta disfarçar o clima.

YURI: O que você está fazendo aqui? A festa é lá fora.

JONAS: Eu não estou falando com você. Está tudo bem, Sabrina?

SABRINA: Está tudo bem Jonas, estamos apenas conversando. Pode voltar para a festa!

JONAS encara YURI e sai, deixando-os a sós.

SABRINA: Viu o que você fez? E se ele sair espalhando que você pegou no meu braço? Você acha isso bonito? 

YURI: E você acha bonito ficar se mostrando como se fosse uma piranha? 

SABRINA: Olha bem como você fala comigo, Yuri. Se você não está feliz com a forma que vivo ou me visto, procure outra.

YURI: O que você está falando? Você está terminando comigo?

SABRINA: Você é quem está dizendo que não está feliz comigo.

YURI: Você precisa entender que eu é quem coloco um ponto final, não você. Seu pai me ama, ele não vai querer que sua filha...

SABRINA: Que sua filha o que?

YURI: Que sua filha volte ser a garota que saia com a metade da cidade antes de namorar comigo.

SABRINA tenta dar um tapa em YURI, mas o garoto consegue impedi-la segurando sua mão.

YURI: Agora vai trocar essa roupa antes que eu perca mais a minha paciência.

Ele larga a mão da garota que vai em direção ao seu quarto para trocar de roupa. Corta para:


CENA 7 - EXT. / CASA DOS PEREIRA/ PISCINA - NOITE.

Sentado perto da piscina, RODRIGO é surpreendido por JONAS nervoso.

RODRIGO: O que aconteceu?

JONAS: Você acredita que eu flagrei uma discussão do Yuri com a Sabrina, e ele pegando ela pelo braço?

RODRIGO: Não se mete, Jonas. Você sabe como eles são, né? Se matam e depois sempre estão morrendo de amores um pelo outro.

JONAS: Que tipo de homem é esse que consegue machucar uma mulher? Tive que me segurar para não arrebentar a cara dele.

RODRIGO: Eu já flagrei uma briga deles um tempo atrás, logo que começaram a namorar. E adivinha? Quando tentei falar para o pai dela, ele ainda ficou contra a própria filha, e eu tentei perguntar para a Sabrina se ela precisava de ajuda, ela me meteu a boca me dizendo para não se meter no relacionamento dela. Mas agora relaxa, não estraga tua festa por isso. A gente tenta ajudar, mas não pode fazer muita coisa.

JONAS: Falando em curtir, porque você está aqui? Vamos para a pista.

RODRIGO: Eu estou bem aqui, me divertindo. Vai lá!

JONAS: Se você não aparecer lá em dez minutos eu venho te buscar, ouviu? Agora eu vou voltar para a pista pois a Vanessa está me esperando. 

RODRIGO: Ela deve estar muito bêbada para estar te beijando. 

JONAS: Nenhuma garota normal resiste a mim.

RODRIGO: Iludido!

JONAS volta para a pista de dança, e RODRIGO observa JONAS e VANESSA de longe. Desanimado, ao som de "Mesmo Sem Estar - Luan Santana part. Sandy", ele vai embora. Corta para:



CENA 8 - INT. / CASA DOS MARINHO/ SALA DE ESTAR - DIA.

RODRIGO chega em casa e surpreende OTÁVIO na sala.

OTÁVIO: Você está chegando agora?

RODRIGO: Sim, eu fui em uma festa com o Jonas.

OTÁVIO: Se divertiram?

RODRIGO: É... Um pouco!

OTÁVIO vai até RODRIGO e o abraça forte, surpreendendo o garoto.

RODRIGO: Aconteceu alguma coisa pai?

OTÁVIO: Não, eu só quero que você saiba que eu te amo muito. E tudo o que eu faço é pela nossa família.

RODRIGO: Eu também amo você. E tenho muito orgulho do homem que é.

OTÁVIO tenta disfarçar a tristeza ao ouvir as palavras do filho e se afasta.

OTÁVIO: Vai descansar, vai! Até mais tarde.

RODRIGO: Até mais tarde!

RODRIGO vai para o quarto e OTÁVIO vai até a cozinha, chorando em seguida. VALENTINA entra e ele tenta disfarçar.

VALENTINA: Desculpe, eu não sabia que estava aqui.

OTÁVIO: Não tem problema.

VALENTINA: Aconteceu alguma coisa, seu Otávio? Se precisar desabafar...

OTÁVIO: Eu estou com alguns problemas e vou precisar ficar fora por algumas semanas. Eu só preciso que você tome conta do Rodrigo, não deixe aquela louca enlouquecer meu filho.

VALENTINA: Mas qual o motivo de você ficar fora? A Soraia sabe? Se eu não ter uma resposta para cada pergunta que ela vai fazer, eu estou morta. E no sentido real da palavra.

OTÁVIO: Eu deixei uma mensagem para ela, você não precisa se preocupar. Só preciso que você fique de olho enquanto eu estiver fora.

VALENTINA: Pode contar comigo, você sabe. 

VALENTINA preocupada, abraça o patrão que sai pela porta dos fundos. Corta para:


CENA 9 - EXT. / RODOVIÁRIA DE LAGUNA/SC / DESEMBARQUE - DIA.

THIAGO se levanta ao avistar o ônibus chegando. Todos desembarcam, ISABELA é a última a sair. Os dois se encaram. Corta para:



FIM DO CAPÍTULO 3

LEIA O CAPÍTULO 01
LEIA O CAPÍTULO 02

LEIA O CAPÍTULO 04

LEIA O CAPÍTULO 05

Curtiram o capítulo? Deixe sua opinião nos comentários, ou em uma mensagem privada, temos também twitterfacebook... um escritor não é nada sem os leitores. Sua opinião é importante!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.