Crítica | Estreia de Malhação - Viva a Diferença emociona e encanta o público


Após duas temporadas que deixaram a desejar, parece que Malhação voltou aos eixos. Viva a Diferença é de autoria de Cao Hamburger e em apenas três capítulos conseguiu emocionar e nos encantar pela história dessas cinco garotas.

Agora ambientada em São Paulo, o capítulo de estreia nos mostrou o primeiro encontro. Benê, Lica, Keyla, Ellen e Tina tiveram seus caminhos cruzados durante uma pane no vagão do trem. Sim, é surreal um vagão de trem em São Paulo e em horário de pico estar apenas com as cinco garotas, mas nem esse pequeno deslize da direção fez esse primeiro encontro perder a força e ser menos emocionante.

Apresentando de uma forma diferente os personagens, o início foi de uma qualidade absurda. Desde as sequências que antecederam o momento no trem, até as imagens da maior metrópole do país.

As cinco protagonistas estão muito bem, apesar da insegurança nítida em algumas cenas. Destaco Daphne Bozaski, Gabriela Medvedovski e Manoela Aliperti, e também o personagem de Matheus Abreu, o Tato, um dos únicos personagens masculinos a ter certo destaque nesse início. Outro destaque é Lúcio Mauro Filho, o ator tem pela primeira vez um personagem que foge de sua zona de conforto e está se saindo muito bem, sendo um dos muitos pontos altos desse início.

2 comentários:

  1. Tem tudo pra ser "A temporada", espero que o autor não decepcione, os três primeiros capítulos foram demaissss, tem que ser daí pra cima!!!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.