Review | Grey's Anatomy 13x23: True Colors


Não, eu não estou em choque com esse episódio de Grey's Anatomy como muita gente ficou. E não, ele não é perfeito como muitos falaram. Sim, ele é muito melhor que os dramas que fizeram dessa temporada a pior da história da série, mas não é tudo isso que estavam falando.

Owen é um personagem difícil de engolir, mas todo o drama de sua irmã que está viva já era de se esperar. Agora é ver como vai ficar essa história daqui pra frente, já que a mesma é mulher de Riggs, atual namorado de Meredith. Foi bem legal ver Amelia ao lado do marido, mesmo que estejam em uma eterna crise no casamento que ninguém aguenta mais.

Sobre Alex, como pode um personagem tão bom quanto ele estar desde o final da temporada passada em plots que ninguém suporta? O que deu na cabeça dele ir atrás do marido da Jo? Na primeira cena em que ele acaba preso, quase dei um grito, graças a dona Shonda que era apenas ele pensando no que podia acontecer caso tomasse alguma medida sem pensar nas consequências.

E vamos ao clímax do episódio? Por conta de alguns spoilers indesejados, sabia que o caso da moça que apareceu no hospital com o cara não era um romance. Mas, o desfecho dessa história foi um pouco decepcionante. O motivo? Como pode um hospital não ter câmeras? Como pode os seguranças passarem por Stephanie e o estuprador e não saberem que era ela que estava com ele? Sim, todos sabiam que ela estava cuidando do paciente, mas não avisaram aos seguranças? Tudo isso faz a cena final soar menos do que era pra ser, já que sim, foi impactante ver Stephanie, a melhor interna entre seus colegas, tentando salvar a garotinha e sendo explodida junto com o estuprador, mas os deslizes da produção que citei anteriormente faz o nível ser bem inferior ao que era pra ser.

Agora falta apenas um episódio para a temporada terminar, vamos ver qual vai ser o final da personagem que já anunciou a saída da série meses atrás. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.