Crítica | Novo Mundo já deixa saudades antes mesmo de chegar ao fim


Quem acompanha o blog sabe que eu sou telespectador assíduo de Novo Mundo desde o início, não é mesmo? E agora na reta final, tudo aquilo que a gente já imaginava se concretiza: Novo Mundo é uma das poucas novelas que não enrolaram o público. A trama esteve sempre em movimento e todos os personagens tiveram destaque e até mesmo os coadjuvantes tiveram seu lugar na trama.


Sim, tiveram aqueles momentos das quais eu não curti tanto, como a falta de postura de Anna, mas eu não posso negar que nem tudo é como a gente quer né? Não é porque eu não curti tanto como a personagem foi desenvolvida que ela se torna uma personagem ruim por isso. Ou que eu devo criticar a obra por isso. É como o autor mesmo disse no twitter, temos que ter conflitos, se não a novela termina!


E sim, faltam poucos capítulos para o grande final e eu já sinto o ar de reta final. Novo Mundo é a PRIMEIRA novela das seis que eu assisto na íntegra. As outras eu sempre acaba desistindo no meio do caminho. E como eu vou sentir falta de Elvira, Germana, Licurgo, Leopoldina e todo o resto do elenco, já que não há nenhum personagem fora do contexto da história. Cada um completa o outro. 

Destaque para Letícia Colin, Gabriel Braga Nunes, Caio Castro, Agatha Moreira, Vivianne Pasmanter, Ingrid Guimarães, Chay Suede, Jonas Bloch, Vanessa Gerbelli, Caco Ciocler, Theo de Almeida Lopes, André Dias, Jonas Bloch, Sheron Menezes, Rômulo Estrela, Guilherme Piva... ufa, acho que eu vou parar aqui já que o elenco é um dos melhores, assim como a direção de Vinicius Coimbra e o texto afiado de Alessandro Marsson e Thereza Falcão. É hora de curtir as últimas emoções e torcer para que Tempo de Amar mantenha a qualidade da atual. 

4 comentários:

  1. Pena que os atores da primeira fase foram esquecidos nesta sua crítica maravilhosa, desta novela maravilhosa. Orgulho em ter estado, pena que por tão pouco tempo. Carlota Joaquina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente passou despercebido, já que Carlota foi a peça chave no início e para a trama de Amália. Leo Jaime, Paulo Rocha... é como eu disse, tiveram tantos destaques que muitos não foram citados. Tudo nessa novela é sinônimo de orgulho, já me sinto órfão desse novelão! E fiquei triste ao saber que vocês não voltariam na reta final, mas o autor explicou que Carlota e Dom João não voltaram ao Brasil na história real.

      Excluir
  2. e tambem o excelente Roberto Cordovani, o terrivel Sebatiao, merece premio melhor ator

    ResponderExcluir
  3. Essa novela e´simplismente maravilhosa,uma mistura de televisão,teatro e cinema não perco um capitulo,e Caio castro está dando show... maravilhoso.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.