Crítica | Tato é o personagem mais injustiçado de Malhação



A atual temporada de Malhação vem se mostrando ser desde o início que a Globo acertou em contratar Cao Hamburger para o trabalho. O autor está sabendo muito bem conduzir a história e falar diretamente com os adolescentes. E com adultos também

É incontestável o talento do autor em falar com o público do horário, mas tem algo que me incomodou e vem me incomodando durante essa temporada, e é o fato de Tato que desde o início esteve ao lado de Keyla e foi colocado para escanteio tão rapidamente. Sim, ele teve cenas muito boas com seu pai alcoólatra depois de ter saído da casa de Roney, mas de uns capítulos para cá ele ficou sem muita história e acabou sendo apagado. 

Matheus Abreu vem tendo um ótimo desempenho e fico muito chateado de ver que o melhor personagem masculino da trama vem sendo tratado com descaso. E o tempo que criou Tonico? Sendo pai ou não ele mudou sua vida para ajudar a amiga e amou o menino como se fosse dele. Afinal, pai não é quem cuida e ama?

Para piorar, Deco surgiu para aquele conflito chato e depois sumiu. Sim, ele provavelmente vai voltar, mas ainda acho que o autor deixou a desejar nessa história que poderia ter sido desenvolvida de outra maneira. Até expulso da casa do Roney ele foi. 

Enfim, pode estar melhor agora, mas ele foi um dos maiores injustiçados nessa história e o que mais perdeu. Realmente espero que o personagem volte a ter o destaque que merece junto dos outros personagens.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.